Menu fechado

Agricultura Familiar, Média Produção Agrícola, Mudanças Climáticas e Políticas Públicas

Objetivos

  • Estimular a discussão para identificar novos caminhos para inovar a política pública, com vistas a fomentar a produção e a comercialização dos pequenos e médios negócios na agricultura na Bahia;
  • Agregar forças que possam enfrentar a visão individualista e o lucro em unidades produtivas individuais, que estimule o pensar no bem comum, na solidariedade, na cooperação, transparência, inovação e pesquisa e desenvolvimento;
  • Desenvolver novas tecnologias e conhecimentos no processo produtivo com vistas a aumentar a eficiência e a competitividade;
  • Buscar novas formas institucionais de organizações para a produção, para a regulação, a propriedade, a comercialização e para o financiamento;
  • Olhar o processo na sua totalidade: do financiamento ao processo de produção à comercialização e as receitas.
  • Hipóteses

    Vivemos um momento em que o atual padrão de desenvolvimento do capitalismo vem passando por fortes contradições. Assistimos surgir forças políticas e sociais que buscam traçar alternativas para este padrão, em várias partes do mundo. Cinco contradições são emblemáticas: a questão da destruição ambiental; a questão da precarização do trabalho; o aumento da pobreza e das desigualdades; o consumo consciente; e o desenvolvimento das forças produtivas, que cada vez mais vem se dando de forma privada.

    Questões

  • Qual o tamanho e a importância da pequena agricultura no Brasil e na Bahia para as seguintes questões: diminuição da pobreza; aumento do emprego digno e do consumo consciente; e para o desenvolvimento sustentável?
  • É possível e desejável uma integração com o mercado?
  • Onde buscar fontes de financiamento e apoio político e institucional?
  • Informações e conhecimentos considerados

  • Definir o que chamamos de pequena agricultura.
  • Determinar o tamanho e a característica da pequena agricultura na Bahia.
  • Identificar os movimentos sociais e as instituições governamentais que a apoiam.
  • Identificar os casos de sucesso na Bahia, Brasil e resto do mundo.
  • Estudar experiências em outros países. Identificar fontes de financiamento.
  • Analisar as possibilidades da pequena agricultura, interagir com a sustentabilidade ambiental, com o aumento do emprego e renda, com o consumo consciente e com a diminuição das desigualdades.

Rodadas de discussão